segunda-feira, 23 de julho de 2012

Certas coisas são eternas...

Eu ia escrever hoje sobre o show do Viper, que aconteceu dia 10/07 no Teatro Rival (RJ), mas resolvi compartilhar um outro fato interessante.

Estava com meu Marido, meus colegas de banda e outros amigos conversando quando resolveram colocar para rolar o DVD do Tributo a Freddie Mercury (1992), no Estádio de Wembley.

Imediatamente todo mundo fez silêncio para assistir, quase que reverentemente, um evento de 20 anos atrás. O silêncio só era quebrado por comentários sobre as músicas e os participantes, gente do calibre de Tony Iommi, David Bowie, Roger Daltrey, Robert Plant, Annie Lennox, James Hetfield, todo o Def Leppard, entre outros. E descontem 20 anos desse povo todo, estava todo mundo no auge!! Frases do tipo "Roger Daltrey é Deus!", "David Bowie é o cara!", "Olha o vozeirão da Annie Lennox!", com destaque para o que o batera da minha banda falou, durante a performance de "I Want It All" com Daltrey no vocal e Iommi na guitarra: "Vocês tem noção que tem Queen, Black Sabbath e The Who nesse palco ao mesmo tempo?"

Todos os artistas maravilhosos que passaram por ali tinham a companhia mais que ilustre dos 3 membros sobreviventes do Queen, visivelmente emocionados. O clima no palco era o melhor possível, todo mundo parecia realmente estar curtindo estar lá e homenagear Freddie. Alguém já viu Tony Iommi sorrindo em um show? Ele sorriu várias vezes nesse. E a voz embargada de Elton John, que apesar de parecer que ia chorar a qualquer momento, segurou a peteca com toda a competência que sempre teve, cantou "The Show Must Go On" sozinho e dividiu "Bohemian Rhapsody" com um Axl Rose que ainda mandava bem. Eu tive a oportunidade de assistir isso na TV em tempo real, numa época em que não existia internet e nem TV a cabo, pois por algum desígnio divino inexplicável a BAND (que na época tinha em sua grade um programa chamado Hollywood Rock) resolveu transmitir ao vivo.

O resultado foi um rosto inchado de chorar pela madrugada adentro e 2 fitas de VHS que praticamente furaram de tanto que eu assisti. Hoje, é claro que tenho o DVD, mas as duas fitas estão guardadas entre as minhas relíquias.

Esse tributo é perfeito por tudo: a emoção, a presença ainda muito forte de Freddie (não tinha nem um ano do seu falecimento), músicos sensacionais no auge, e a sensibilidade de Brian May, Roger Taylor e John Deacon em escolherem o vocal certo para cada música, artistas tão diferentes entre si como Seal e James Hetfield, por exemplo, mas que se encaixaram lindamente nos muitos estilos que o Queen tinha. E a reação das pessoas presentes, assistindo comigo o DVD, mostra mais uma vez que música BOA vai viver para sempre, vai agradar a todos, e nunca vai depender de um rótulo ou estilo, pois apesar das músicas do Queen serem tão variadas e diferentes entre si, eles eram UMA BANDA DE ROCK! E quem gosta de ROCK vai gostar de assistir. E 20 anos depois eu me emocionei de novo...

Keep on rocking!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário