segunda-feira, 20 de abril de 2009

Beatles - In My Life

Tanto já se falou e escreveu sobre os Beatles e sua importância para a música contemporânea e para o Rock and Roll, que contar sua história seria o mesmo que chover no molhado.

Em vez disso, vou falar sobre uma música em especial, que tem o poder de me levar às lágrimas cada vez que ouço: "IN MY LIFE". É impressionante a capacidade que John Lennon teve de sintetizar o clima de nostalgia e saudosismo desta música, é começar a ouvir e instantaneamente relembrar e sentir saudades de pessoas, lugares, fatos, coisas que passaram por nossas vidas. O mote da canção era exatamente este, e funcionou perfeitamente. A letra, embora pareça simples, bate lá no fundo daquela nostalgia mais querida que guardamos, nos faz "viajar" no tempo passado. Seria a música que eu dedicaria a todos os meus amigos, de coração.

Décima-primeira faixa do álbum "Rubber Soul", de 1965, sexto lançado pela banda. Produzido por George Martin, foi o marco inicial das mudanças que o som dos Beatles apresentou na segunda metade da década de 60.

Uma curiosidade sobre esta música: John afirmava tê-la composto praticamente sozinho, enquanto Paul insistia ter participado do processo criativo do início ao fim. O produtor George Martin também participa da gravação, tocando cravo.

Para vocês... "In My Life".


Um comentário:

  1. Sabe Andreia, voce sintetizou tudo o que penso em In My Life, principalmente quando volto a estes lugares faço questão de ouv-la, bate uma coisa gostosa na minha cabeça, que retrocedo no tempo e vejo meus dias passando em épocas diferentes...

    ResponderExcluir